Séries | Fall Season 2017 – 7 Séries Novas para Acompanhar

199 0

Ainda nem vi todas as séries da lista do ano passado e algumas delas já foram até canceladas (nenhuma flopou mais do que Doubt, né?).

Pois é, não terminei a lista de 2016, mas já tem outra fall season batendo na porta para aumentar a nossa lista infinita!

Seguindo a tradição dos anos anteriores, depois de ver quase 50 trailers e/ou sinopses, essas são as séries que me deixaram com vontade de dar uma chance.

De todas da lista, a única que estou minha-deusa-por-favor-estreia-logo-que-preciso-ver-essa-série-o-quanto-antes é Ten Days in the Valley. Além dela, estou bem curiosa com Law & Order True Crime: The Menendez Murders e médio curiosa com The Crossing.  As outras estão meio no esquema “não amei, mas pode ser boa. Vou ver o primeiro episódio para ver se continuo ou não”.

Aqui está a lista, em ordem alfabética. Depois me diz quais você ficou com vontade de ver?

 

FALL SEASON

 

Law & Order True Crime: The Menendez Murders (NBC)

Para quem gostou de American Crime Story, Law & Order True Crime: The Menendez Murders parece ser a melhor opção. Como o próprio nome sugere, a série é baseada em fatos reais e na sua primeira temporada irá mergulhar em um conhecido crime que aconteceu em 1989 nos Estados Unidos: dois irmãos de uma rica família mataram à sangue frio os próprios pais.

A questão não é saber se foram eles que mataram, isso a gente já tem certeza. O que a série irá explorar é por que eles fizeram isso e as histórias pesadas de violência e abuso que envolvem a criação e o que acontecia na casa.

Law & Order True Crime: The Menendez Murders conta como nada menos do que Edie Falco (como a advogada de defesa Leslie Abramson) e Will Gardner <3 Josh Charles (como Dr. Jerome Oziel, o controverso psiquiatra dos irmãos Menendez) no elenco. A série terá oito episódios e estreia dia 26 de setembro na NBC.

 

Ten Days in the Valley (ABC)

A minissérie gira em torno da showrunner Jane Sadler (Kyra Sedgwick) cuja filha pequena desaparece no meio da noite. Jane foi premiada por seu documentário que derrubou o Departamento de Polícia de San Diego, e agora ela está produzindo uma série “ficcional” sobre a corrupção da polícia de Los Angeles – a mesma polícia que vai investigar o sumiço de sua filha.

Realidade e ficção começam a se misturar quando o desaparecimento da sua filha começa a lembrar o drama policial que Jane está escrevendo para a TV: tudo é um mistério, todo mundo tem um segredo e não se pode confiar em ninguém.

De todos os trailers que vi, Ten Days in the Valley é, de longe, a série que eu mais quero acompanhar entre as estreantes (vamos torcer para eu não quebrar a cara).

Por quê? Porque tem Kyra Sedgwick, porque é um suspense psicológico e porque a protagonista parece ser complexa. Porque, apesar de ser uma série de investigação, a história aparenta se centrar muito mais na mente da personagem principal do que no caso em si.

Jane não parece ser aquela personagem likable e são essas personagens que eu mais gosto. Se você me acompanha há um tempo, já deve ter percebido isso. Adorei Jean Holloway, para mim é Quinn a graça toda de UnREAL e gostava do quão obscura Stella Gibson parecia às vezes. Isso, sem falar na melhor série de todos os tempos em The Good Wife: já gostava de Alicia quando ela era likable, mas eu passei a amá-la e defendê-la muito mais quando ela ficou mais cínica e se transformou em anti-heroína.

E, vamos torcer para eu não quebrar a cara 2, mas pelo jeito que Jane narra, pelo close no remédio na cabeceira e por conta de algumas cenas do trailer, ela parece ser mais uma dessas personagens complexas, desajustadas e longe daquele estereótipo de vítima, certinha ou mãe perfeita demais.

Ten Days in the Valley, como o próprio nome sugere, terá 10 episódios, cada um deles cobrindo um único dia. Estreia dia 1 de Outubro na ABC e estou literalmente contando os dias.

 

The Good Doctor (ABC)

Um homem que não consegue se relacionar com outras pessoas pode ser a melhor opção para salvar a vida de alguém? Até que ponto a sua dificuldade em se comunicar e estabelecer relações interpessoais pode prejudicar sua capacidade de salvar vidas?

Freddie Highmore (de Bates Motel) viverá Shaun Murphy, um brilhante jovem (jovem mesmo) cirurgião com autismo e síndrome de Savant que é contratado para trabalhar em um renomado hospital. Médico brilhante que não se relaciona muito bem com as pessoas… lembrou um pouco de House? A série é do mesmo criador.

The Good Doctor estreia dia 25 de Setembro na ABC.

 

Tin Star (Amazon)

A história começa daquele jeito que quase toda história de detetive começa: Jim Worth (Tim Roth, de Lie to Me), provavelmente fugindo das lembranças de algum caso que deu errado, decide se mudar com a família e assume o cargo de chefe de polícia de uma cidade minúscula e tranquila.

O começo pode ser bem batido, mas as semelhanças aparentemente acabam aí. Jim tem um alter ego (!) violento chamado Jack. E controlar seus demônios e esse lado violento passa a ficar cada vez mais difícil quando ele começa a confrontar uma empresa de petróleo que quer se instalar na região. A lobista da empresa será interpretada por Christina Hendricks, de Mad Men.

Tin Star, descrita como uma trama de vingança, tem 10 episódios e foi originalmente exibida na Sky Atlantic. Ela chega à Amazon dia 29 de setembro.

 

MIDSEASON

For the People (ABC)

Não fiquei assim com taaaanta vontade de ver For the People, mas tudo menos Still Star-Crossed que tem a mão da Shondaland a gente tem que dar pelo menos uma chance, né?

A série se passa no tribunal do Distrito Sul de Nova York e acompanha os advogados iniciantes que trabalham em lados opostos – tanto na acusação quanto na defesa – de casos de grande repercussão no país. Claro que as vidas pessoais desses advogados também vão se cruzar várias vezes ao longo da história.

Ainda não há data de estreia, mas provavelmente vai substituir The Catch durante as quintas-feiras, no horário que How to Get Away with Murder ocupa durante a fall season.

 

The Crossing (ABC)

Já vou adiantando: é bizarro. É bem bizarro. Ok, talvez não seja tanto assim para quem está acostumado a ver sci-fi e fantasia, mas para mim, que quase sempre acabo gravitando entre os dramas, investigações ou suspenses, é, sim, bem bizarro.

No geral, não sou muito fã de histórias do passado nem histórias no futuro. Sou meio CHATA difícil com sci-fi e fantasia também. Há exceções, claro: amei Stranger Things, The Bletchley Circle e Then There Was None. Mas a história de The Crossing me deixou curiosa o suficiente para dar uma chance: um grupo de pessoas de um país destruído pela guerra chega em uma cidadezinha americana. Mas eles não são apenas refugiados: são refugiados de uma guerra que está acontecendo 250 anos à frente, no futuro. Não disse que era bizarro? Ah! E o país do qual eles estão fugindo é… os Estados Unidos.

Assim, para tentar entender o que está acontecendo, o xerife da cidade (Steve Zahn), uma agente federal (Sandrine Holt) e uma mãe (Natalie Martinez) em busca da sua filha desaparecida terão que se juntar para desvendar toda a conspiração. O trailer tem um ar meio de Lost e a própria ABC fez questão de mencionar isso no vídeo. Será que todo mundo vai estar morto no final?

The Crossing ainda não tem data de estreia.

 

The Resident (FOX)

Emily Thorne Emily VanCamp is back. E não está sozinha: Matt Czuchry (que, para mim, sempre será Cary Agos) também vai estrelar a série. A trama começa no primeiro dia de trabalho do jovem e idealista médico Devon Pravesh (Manish Dayal), que irá trabalhar no hospital sob a supervisão do brilhante (e também com uma personalidade um tanto forte) residente sênior Conrad Hawkins (Matt Czuchry). É Conrad quem irá mostrar à Devon que nem tudo é tão simples, certo ou errado, bom ou mal na medicina. Pelo trailer, o jeito do Conrad me lembrou muito o Alex Karev. Alguém também achou isso? Emily Van Camp irá interpretar a enfermeira Nicolette que, pelo vídeo e pela sinopse, nos é apresentada como par romântico de Conrad. Eu realmente espero que ela não seja apenas isso na trama. ¬¬

The Resident ainda não tem data de estreia.

EXTRAS

As quatro séries a seguir ainda não têm trailer, então não dá para dizer muito sobre o tom da trama e dos personagens, mas achei os enredos interessantes o suficiente para deixar na lista. Todas devem estrear em algum momento da midseason ano que vem.

Good Girls (NBC)

Foto: Justin Lubin/NBC

A história gira em torno de três mulheres do subúrbio que, ao se verem em uma situação complicada, decidem assaltar o supermercado local usando armas de brinquedo. Mas o gerente tem a impressão de reconhecer uma delas e, para completar, a quantia roubada foi muito maior do que o esperado.

Assim, as três amigas descobrem que não será tão fácil se safar do roubo como elas esperavam. Me lembrou muito Mad Money (no Brasil o filme ficou conhecido com o horroroso título Loucas por Amor, Viciadas em Dinheiro). A série foi descrita como um misto de Thelma & Louise e Breaking Bad. Eu acho que é elevar demais a expectativa (para mim já estará bom se for um Mad Money), mas com uma comparação dessa não tem como não dar uma chance, né?

 

Instinct (CBS)

(FOTO) Instinct - CBS

Foto: divulgação/CBS

Alan Cumming está de volta à CBS (bem que ele podia voltar como Eli Gold mesmo, né?). Dessa vez ele será o Dr. Dylan Reinhart, um ex-agente da CIA que agora trabalha como professor, além de ser autor de um best-seller sobre comportamento psicopata.

Mas claro que essa vida mais tranquila não passará do episódio 1. Tudo muda quando a detetive Lizzie Needham (Bojana Novakovic) o procura para pedir ajuda para solucionar o caso de um serial killer que vem usando o livro de Dylan como “guia” para cometer os crimes. A partir daí ele decide retomar suas antigas habilidades e contatos na CIA.

Instinct é baseada no livro Dr. Death, de James Patterson, que ainda nem foi lançado. A CBS foi rápida em garantir os direitos do livro, hein?

 

Rise (NBC)

(FOTO) Rise

Foto: Peter Kramer/NBC

A série é apenas dos produtores de Hamilton e ParenthoodRise é baseada em fatos reais e conta a história do professor Lou Mazzuchelli (Josh Radnor) que assume o departamento de teatro – que não está indo nada bem – de uma escola. Com a sua paixão pelo que faz ele acaba envolvendo não só os alunos, mas toda a cidade. Seria um novo Glee?

 

9-1-1 (FOX)

Como o próprio nome sugere, a história irá explorar a pressão do dia a dia de policiais, paramédicos e bombeiros nas mais diversas e chocantes situações de emergência. Além de observar como eles lidam com os casos de vida ou morte no trabalho, também acompanharemos sua vida pessoal e problemas em casa. Mais um procedural, só que com a assinatura de nada menos do que Ryan Murphy. Será estrelada por Angela Bassett e Peter Krause (sdds Parenthood).

Bom, são essas as minhas apostas para a fall e midseason. E aí? Qual série você ficou com mais vontade de ver?

Total 1 Votes
0

Tell us how can we improve this post?

+ = Verify Human or Spambot ?

Quem escreveu isso?

Tarsila Zamami sempre quis ser profiler. Enquanto não é recrutada para trabalhar na BAU, dedica-se à sua outra paixão: entretenimento. Formada em jornalismo pela PUC-SP, acredita que é no cotidiano que estão os melhores enredos. Ama histórias. Das pessoas e das telonas. Perfeccionista, viciada em listas, maníaca por séries e apaixonada por Moleskines. Sempre quis jogar Jumanji. Para saber (quase) tudo acesse seu blog: confissoesesincericidios.com