Doctor Who | O Doutor agora é Doutora… e por que isso não me incomoda?

192 0

Foi um domingo cheio de emoções. Tivemos o EVO, o maior campeonato de jogos de luta do mundo (a final de Blazblue foi eletrizante!), revelaram vários jogos e informações… mas a surpresa mais chocante de todas não veio de Las Vegas e sim da Terra da Rainha, quando foi revelado que o novo Doutor de Doctor Who… agora será uma Doutora.

Jodie Whittaker, assim como Matt Smith e David Tennant, não é um nome que muitos devam lembrar de prontidão. Seu trabalho mais famoso foi na (excelente) série Broadchurch (que também tinha Tennant e Arthur Darvil, nosso eterno Rory Pond), onde ela fez o papel ingrato da vítima, pois era a mãe de Danny (se você não conhece Broadchurch: na pequena e pacífica cidade de Broadchurch, uma criança, Danny, é encontrada morta e, durante a investigação, os podres de todos da cidade vem à tona). Mesmo assim, sua atuação era muito boa, o que me traz esperanças.

Ah, ela também fez Black Mirror… mas eu não assisto, então não posso falar sobre.

“Eu sou a Doutora e eu salvo vidas!”

Agora, ao ponto: qual o problema do Doutor… ser Doutora? Veja bem, esse não é um texto hipócrita, falso moralista. Se eu quiser falar mal de algo, eu falo. Por isso, não entendo o porquê da recepção tão negativa. Seria porque é uma mulher? Qual o problema de ser uma mulher? Por que o Doutor tem que ser sempre homem? E mais, um homem caucasiano. Ele é um alienígena, nossos preceitos e conceitos não se aplicam a ele! Por que o Doutor não pode ser uma mulher? Por que não um negro? Por que não uma mulher negra? Por que não uma mulher negra e velha? Chama a Whoopi Goldberg! Polêmicas à parte, eu não entendo por que tanto drama.

Primeiramente, esse será o primeiro ano de Chris Chibnall à frente da série. Ao colocar uma Doutora, ele está não só dando a “cara dele”, como também se desvencilhando do passado, o que dará (espero) mais dinâmica à sua série, pois ele tem conjunto completamente novo de peças e pode fazer o que quiser. Aliás, não me surpreendeu a escolha de Jodie, pois ela e Chibnall trabalharam juntos em, advinha, Broadchurch, série da qual ele é o criador.

Digressão: Chibnall escreveu alguns dos piores episódios de Doctor Who. Vamos esperar que ele tenha aprendido alguma coisa com Broadchurch.

Olha, até entendo se você é mulher e não gostou da notícia… mas, se você é homem, certamente tem algum problema…

O fato é que não me incomoda quem será o Doutor. Não me incomoda se é homem, mulher, branco, negro ou azul. O que realmente importa é que o roteiro seja bom. É que o Doutor (ou Doutora) continue sendo o melhor super-herói que já existiu.

…e que os companions não sejam malas.

Então, até o especial de Natal, quando Peter Capaldi passar a tocha (e a chave da TARDIS) para Jodie. KEEP ON ROCKIN’, DOCTOR!

Total 1 Votes
0

Tell us how can we improve this post?

+ = Verify Human or Spambot ?

Quem escreveu isso?

, a identidade secreta do Captain Man, é o último sobrevivente de um planeta moribundo. Foi exposto a Raios Cômicos e mordido por uma marmota radioativa. Treinou por anos com os maiores mestres de artes marciais e tem cinco doutorados (mas nunca terminou a faculdade). Agora, dedica sua vida a criticar tudo, como todo velho ranzinza.